sábado, 12 de junho de 2010

Rodada de Convenções


Se há meses já temos os nomes dos candidatos à presidência, nesse mês começamos a ver os partidos confirmando seus nomes em suas convenções.
No último dia 10 o PV confirmou a candidatura da ex-ministra Marina Silva, além de tentar emplacar a sua chapa presidencial, eles têm pretensões de dobrar o número de cadeiras câmara dos deputados.
Hoje as rodadas de convenções ficam por conta do PMDB, a qual ratificará o deputado Michel Temmer como vice de Dilma Rousseff (PT).
Apesar de algumas resistências, e do apoio de alguns filiados a candidatura própria, acreditam que a convenção será tranqüila.
Os peemedebistas até tentou impedir o registro da candidatura do ex-governador Roberto Requião (PMDB-PR) e de Antônio Pedreira (PMDB-DF), mas acataram com medo de problemas que tornasse inviável a convenção.
Outra convenção hoje é a do PDT Nacional, que ratificará o apoio ao PT, uns falam que nem assim Osmar Dias (PDT-PR) ficará ao lado dos petistas. Dizem por aí que ele aproveitará a liberdade de coligar nos estado independente da nacional e ir com o PSDB.
Os tucanos fugiram do eixo Rio - São Paulo e escolhe Salvador para realizar sua convenção. Hoje será oficializado José Serra (PSDB-SP) como seu candidato, sem o nome do vice que completará a chapa. Continuamos de olho se veremos chapa única, ou bipartidária.
E amanhã o PT, em Brasília, realiza sua convenção e oficializa a candidatura de Dilma, a escolha do dia 13 não foi apenas uma alusão ao número da legenda, pois aguardam a confirmação de Temmer para lançar a chapa pronta.
E nós vamos ficar de olho para comentar a rodada na segunda-feira.

Um comentário:

Eduardo Godoy disse...

A grande dificuldade da chapa da situação será fazer com que o "visual" de Dilma e Temmer fique mais simpático para o povo. Foram escolhidos dois políticos de nomes fortes em Brasília, mas fracos na visão do brasileiro com pouca formação política (a maioria, diga-se de passagem). Serra já está acostumado a fazer cara de mocinho na TV. PT e PMDB vão ter que investir no HGPE e, claro, com Lula sempre do lado.
O Brasil pode mais. Mas com a Dilma na cadeira macia do Lula!

E foi dada a largada....

Postar um comentário