sábado, 2 de abril de 2011

Resumo da semana

Essa semana foi agitada, depois da luta contra o câncer, o ex-vice-presidente, José de Alencar não resistiu e perdeu a batalha, muitos choraram, outros relembraram a filha não assumida, e seu velório nem tinha terminado e já havia críticas pela decisão de cremar seu corpo. Não vou ser hipócrita porque também acho um absurdo a sua recusa pelo DNA, mas não precisava disso agora, em meio à sua pós-morte as críticas só atingem a família que está sofrendo pela perda.
A presidente Dilma Rousseff foi a Portugal acompanhar a homenagem a seu antecessor, o ex-presidente Lula, a perda de José de Alencar deu um tom triste a viagem, que acabou com a antecipação do retorno.
Nessa mesma semana pesquisas indicaram a popularidade do governo Dilma, acho tão cedo para avaliar se está bom ou ruim. Parece que esqueceram os primeiros impasses como salário mínimo, epidemia de dengue, a discussão da construção da usina de Belo Monte, o caos do nosso SUS, bem relembrado pelo Globo Repórter ontem (01). Nem sei listar o que foi positivo para dizer que está bom.
Quanto aquele deputado, eu não comentei e nem vou comentar nada do que ele disse, acho que devemos é ignorar, quanto mais ser lembrado é IBOPE para ele. Nesse caso devemos nem olhar.
O Meu Paraná já teve espaço aqui em outro post, onde relatei os temas da semana por aqui, como as sempre surpreendentes notícias da ALEP, as aposentadorias dos ex-governadores, e a antecipada novela pela disputa da prefeitura de Curitiba. Sendo assim, só vou continuar de olho e deixar os comentários para um outro dia. 

2 comentários:

JM disse...

semana bem agitada no cenário político, perdemos José Alencar, Bolsonaro mais uma vez falando merda.
E vc tem razão sobre a avaliação do governo Dilma, é muito cedo pra dizer se está BOM ou RUIM.

elias glaucio disse...

Acho que o fato de o Jose Alencar nao ter feito o exame de DNA,foi um erro da sua parte.Mas tem gente que se acha acima do bem e do mal,e que ninguem pode cometer deslizes na vida,sao os politicamentes corretos.Se o J.Alencar fosse pobre,e ela rica...sera que o ineresse seria o mesmo?Vamos supor que ele lutasse para assumir a paternidade da filha,e ela se negasse a fazer o exame?Fica a indagaçao.
Quanto ao Bolsonaro,acho que ele só fala asneira,é contra todos os meus principios politicos de vida.Merece ser julgado pelos crimes que cometeu,mas nunca deve-se lhe negar o direito de expressao.Afinal,democracia pessupoe isso.O resto é patrulha ideologica de todos os lados.Quem tem que parar de fazer besteira e o CQC.Ate agora,aquele bando de humoristas de terceira,nao explicou ainda o caso do "Proteste Ja"onde eles acusavam a Pref.De Colombo de dar o calote numa advogada,que era locadora de imovel para a mesma.Acontece, que a tal fulana é a causidica mais picareta da cidade,esta denunciada na OAB.PS:"Nao concordo em nada do que dizeis,mas defenderei até a morte o voisso direito de dize-la!Voltaire.Glaucio Elias

Postar um comentário