quinta-feira, 13 de maio de 2010

Dramalhão


O PT vem a algum tempo na tentativa de emplacar a aliança com o PDT, mas as negociações se tornaram um dramalhão semelhante à trama de uma novela.
Uma hora declaravam que estava tudo pronto, de repente mais reuniões e nada era definido. Membros dos dois partidos davam declarações às quais só servia para atrapalhar, o PDT exigia, o PT rachado, uns queriam caminhar com Osmar Dias, outros tentavam lançar a candidatura própria.
Enquanto isso Beto Richa (PSDB) vem correndo por fora embalando a sua (pré) candidatura, quando Dias começou a ver a aliança como o PT inviável ele até tentou uma aproximação, caso o senador desistisse da sua candidatura.
Uma proposta formal foi entregue pelo deputado Valdir Rossoni ao pedetista, depois desse interesse dos peessedebistas os petistas começaram a ficar preocupados com a possibilidade de um palanque enfraquecido no Paraná o PT e decidiu tentar a cartada final.
Hoje pela manhã uma reunião entre Dias, o presidente nacional do PT José Eduardo Dutra, a qual participou o deputado federal Ângelo Vanhoni, esse declarou a Abraão Benício (Bem Paraná) que seu partido tentará reunir PT, PDT e PMDB.
Todo mundo sabe que o governador Orlando Pessuti e (pré) candidato, e que tanto ele quanto Dias não tem interesse em ser coadjuvante nessas eleições.
Agora pouco o senador Osmar Dias declarou ao colunista Fábio Campana a existência da conversa entre ele e Dutra (PT), mas que é inviável uma aliança já que não será possível reunir os partidos da base aliada, falou ainda do interesse do petista em tentar novamente uma aproximação do PMDB.
O PDT e o PT que não se apresse e definam a suas alianças porque tem candidato em ritmo de (pré) campanha, e isso pode prejudicá-los, o apressado pode até comer cru, mas fica saciado antes dos outros.
Vamos ficar de olho.

Um comentário:

Eduardo Godoy disse...

Realmente. O Beto Richa não está perdendo tempo. Até para os lados do nosso Norte Pioneiro (que não é seu reduto eleitoral e nunca aparece por lá) já deu as caras! E o Pessutão, com sua interiorização do Governo, conquista do fim da multa do Banestado e os outdoors (com seu rosto e nome estampados ocupando todo o espaço) espalhados pelo Paraná inteiro também não quer deixar o tempo passar. Acho bom Osmar Dias se decidir logo se não quer perder visibilidade para os concorrentes. A campanha (mesmo não reconhecida pelo TRE) já começou!

Postar um comentário