segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

#abaixodecreto

                                                                                                   sponholz.arq.br


Estava vendo a matéria da Folha Online, que fala da nova etapa do governo Dilma, a qual ela deixará um pouco as reuniões de gabinete, e partirá para as aparições públicas. Fiquei me perguntando se essa decisão não é fruto de sua primeira vitória, a aprovação do salário mínimo.
A oposição, na votação do mínimo, só fez uma marolinha. As centrais sindicais também poderiam ter se manifestado muito mais, essa discrição dos adversários, daquele momento, pode ter dado confiança a presidente.
Os R$ 545, 00, infelizmente foi aprovado, mas temos que lutar contra a regra dele ser estabelecido por decreto. Um movimento surge no twitter o #abaixodecreto, ele é muito válido, até aderi o manifesto, mas penso que precisamos de algo maior.
É hora de colocar o bloco na rua, precisamos ressuscitar o espírito que levou os caras pintadas à rua, a votação no senado é quarta, dá tempo de usar as redes sócias, como nos países árabes e mobilizar manifestações.
Precisamos além de ficar de olho, começar o corpo a corpo. 

2 comentários:

Botareli disse...

Cíntia, apesar de já estar aposentada, concordo plenamente com você!
O Brasil precisa de mudanças URGENTES: na política, no voto, nos partidos, na economia, na saúde, educação, segurança, enfim... tudo!
Agora, torcer para que o SENADO vire esse quadro!
Abraços

elias glaucio disse...

Salario estabelecido por decreto e coisa de pais ditatorial.Alias.coisa que o PT sempre condenou.
Dilma via mudar o estilo,por conta da velha maxima:enquanto se faz marketing,se governa.By Duda Mendonça

Postar um comentário