sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Rapidinhas

                                                                                                   sponholz.arq.br

1) O PT vai analisar os deputados que votaram contra o salário mínimo de R$ 545, 00. A palavra “analisar” é uma forma mais leve de dizer que vão punir, ou seja, corta regalias.  

2) A votação do salário mínimo, no senado, será na quarta feira, a maioria é governista, mas tem um senador petista que vai encarar e propor R$ 560,00. O nome dele é Paulo Paim (PT-RS), será mais um que perderá espaço no governo?

3) No Paraná, o presidente da ALEP (Assembléia Legislativa do Paraná), informou que será emitida uma resolução, a qual suspende as gratificações responsáveis pelos supersalários. O novo teto será 19 mil para diretores, e 15 mil efetivos. Na ALEP temos que ficar de olho, porque tudo é possível lá.

4) Um salário de deputado equivale a 4 anos de salário mínimo (Edson Sardinha Congresso em Foco), de R$ 545,00. Votamos neles e eles votam grandes aumentos para eles, e o mínimo para os trabalhadores.

2 comentários:

Tio Dé disse...

Oi Cintia, mas como é o normal, para os amigos tudo, para os outros, só as migalhas ...
Mas hoje é dia, e vou as comemorações devidas .. rsrs
Meu niver claro ...
Bjão !

elias glaucio disse...

Casa de negocios escusos.Nao tenm outra palavra para definir nosso congresso.Nao estao nem ai para o trabalhador...somos meras moedas de troca,quando se trata de aprovarem nossas reivindicaçoes.

Postar um comentário