quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

E o salário ó



E novela do salário mínimo parece não ter fim, ontem (15), o que seria uma votação em caráter de urgência na Câmara acabou sem ser votado.
O governo levou o ministro da fazenda Guido Mantega, ele foi lá e reafirmou a posição dos governistas que mais de R$ 545,00 é impossível. Chegou a declarar que se o valor chegasse em R$ 580,00 o aumento dos gastos seria de R$ 10,5 bilhões, e que contribuiria para o aumento da inflação.
AS centrais sindicais que estavam inflexíveis, e batendo o pé em R$ 580,00 já abaixaram a guarda, agora propõe o valor em R$ 560,00.
Como já disse ontem a nossa oposição espera um fracasso dos governistas, as centrais pelo jeito estão partindo para as negociações, enquanto nada é concreto como diria Chico Anísio “E o salário ó” continua do mesmo jeito.
Nós resta ficar de olho nos próximos capítulos. 

2 comentários:

Tio Dé disse...

Na real, o Governo vai levar na Camara e no Senado. Vão colocar os SM nos 545,00 mesmo e ponto. Esse será o estilo deles imporem suas vontades e o povo ... top top !
É assim que a banda vai tocar e lembrando o que o Dep. Sandro Mabel falou há poucos dias, "qto mais se dá, mais eles (assalariados=população) querem, então não se pode dar o que querem pois ai ficam viciados em pedir ..."
Vendo a coisa pelo lado deles (governo), o que querem é isso mesmo, nós que ganhamos salário, temos que pagar a conta e lamber os beiços e não falar nada.
No ano que vem, pela regra que eles aprovaram, teremos um reajuste alto, e ai veremos mais de perto se eles estão numa de seguir regras ou seremos ,mais uma vez jogados para escanteio ...
Lembrando: Isso foi uma regra colocada num acordo entre Governo e Centrais Sindicais, agora é ver pra crer o que vai rolar no ano que vem, em 2012 !

elias glaucio disse...

Ira ficar nos $545.00.As centrais sindicais perderam o poder de negociaçao.Estamos entregues a uma camarilha,que so defende os proprios interesses, e a um governo chantagista

Postar um comentário