quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Derrotados?

                                                                                                    sponholz.arq.br

A aprovação do salário mínimo no senado não teve surpresa alguma. A proposta do governo de R$ 545,00 foi aprovada, e mantido a condição que até 2015 os reajustes serão fixados por decreto.
Um movimento no twitter, o #abaixodecreto, se formou, a oposição tentou, mas não derrotou o decreto, hoje, estava pensando nós eleitores fomos derrotados, ou não.
Depois de ver o senador Paulo Paim (PT-RS) mudar seu voto, depois de encontrar a presidente Dilma Rousseff (PT), vejo que não fomos derrotados na votação, e sim no favorecimento que leva deputados e senadores a se aliar a base do governo.
Ser fixado por decreto ou não, infelizmente não gera mudanças, basta o governo oferecer cargos, que o poder fala mais e todos caminham conforme a dança deles.
A reforma política é necessária, mas reformar políticos também, pois enquanto eles governarem em seu favor sempre a maioria será derrotada.
Vamos continuar de olho. 

5 comentários:

Shasça disse...

Cíntia,
Creio que, talvez, haja um equívoco ao afirmar que com a aprovação da Lei sobre reajustes para o Salário Mínimo, ontem. O artigo 2º estabelece diretrizes para o cálculo, significando uma política de reajustes para o Salário Mínimo, algo que as centrais sindicais sempre pleitearam.
Quanto ao tal "decreto", objeto da celeuma criada pela oposição política ao atual governo federal e encampada por parte da população, vejamos o que reza o artigo 3º:

"Os reajustes e aumentos fixados na forma do art. 2º serão estabelecidos pelo Poder Executivo, por meio de decreto, nos termos desta Lei.
Parágrafo único. O decreto do Poder Executivo a que se refere o caput divulgará a cada ano os valores mensal, diário e horário do salário mínimo decorrentes do disposto neste artigo, correspondendo o valor diário a um trinta avos e o valor horário a um duzentos e vinte avos do valor mensal."

Não é muito complicado compreender que o objetivo do "decreto" é divulgar os valores. E Divulgar não é estabelecer.

Com o intuito de tentar esclarecer esta questão, postei o Projeto de Lei como foi democraticamente (pelo voto da maioria) na Câmara dos Deputados no meu blog: www.shasca.blogspot.com
De toda maneira, tenho dificuldades em enxergar membros do PSDB, DEM e PPS como representantes dos interesses dos trabalhadores brasileiros. Minha memória não permite que os esqueça.
[ ]'s
{8¬)

Mauricio Pons disse...

O Brasil é ou não é uma piada?!

@PortalMatrix disse...

Realmente não me sinto derrotado,participei ativamente do movimento #abaixodecreto postando artigos duros e esclarecedores no twitter, movimento criado por @CarlaPola @silvinetto e outros, como sempre appesar de não está ligado a Partidos Políticos sempre coloco minha cara a tapa em solidariedade aos meus amigos da rede,eramos quando transfrimos nossos seguidores para @José Serra,pois este não interagiu com o movimento de oposição, ficamos sem alianças que poderiam fazer a diferença,nossos 600mil seguidores que transferimos acredito que estão se concientizando e avaliando se vale a pena está ao lado de uma base de oposião que não dá suporte nos momentos mais importante,realmente não me sinto derrotado e sim traído Parabéns Sen.Alvaro Dias este interagiu.Façamos nossa oposião isolada,pois foi um sucesso e mostramos que se quisermos podemos mobilizar.Este é o ensinamento que levamos desta peleja.

Fusca disse...

Está ficando cada vez mais evidente que não temos mais democracia desde 2005, ano do Mensalão I, ano em que a oposição impediu o óbvio 'impeachment'. Desde aquela época, é o vale-tudo cada vez mais chavista, cada vez mais kadafi...

Shasça disse...

Maurício, talvez os brasileiros sejam A piada. O Sen Álvaro Dias, juntamente como irmão dele Osmar Dias, já foi expulso do PSDB por ter assinado a favor de uma CPI durante o governo FHC.
Osmar Dias foi para o PDT; Ávaro, o maior defensor dos assalariados deste país, para honrar sua coerene carreira política, voltou par o PSDB. Caso algum de seus fãs queira se informar melhor, basta acessar:
http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=1018550&tit=Alvaro-foi-expulso-do-PSDB-em-2002-junto-com-Osmar

Boa sorte pra nós todos.
[ ]'s

Postar um comentário