terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Vapt Vupt



1) Depois de divulgado o encontro entre o Secretário Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e representantes das centrais sindicais. Hoje, divulgaram que a presidente Dilma Rousseff pediu ao Ministério da Fazenda que avaliassem o impacto de outros valores no orçamento, as projeções serão feitas entre R$ 545,00 à R$ 580,00.
Seria esse um sinal de que a presidente prefere não romper com as centrais sindicais? Ou apenas estão estudando uma contraproposta.

 2) O ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) continua de olho em um cargo no governo federal, diz que ele está interessado na Vice-presidência de Crédito Agrícola do Banco do Brasil, cargo que até já foi especulado para Osmar Dias (PDT). Vamos ficar de olho se algum deles leva.

3) A OAB tem estado em evidência, agora está de olho nas aposentadorias dos ex-governadores, já ficou de olho nos passaportes. Tomara que seja uma ação efetiva, com resultados, e que não seja apenas uma tentativa de exibir a instituição. Essa que ganhou no tapetão a permanência dos exames da ordem, eu que tô de olho, espero que não seja um jogo de interesses.

Espero que com a posse do senado, e do congresso tenhamos mais temas em discussão, por enquanto poucas novidades no cenário político, por isso notinhas "VAPT VUPT", mesmo assim estamos de olho. 

3 comentários:

Diniz disse...

Sobre o salário mínimo, uma dica: Marco Maia, que deve ser eleito o presidente da Câmara dos Deputados, é um dos maiores defensores dos direitos trabalhistas no país. Ele é fundador da CUT e pega pesado na questão dos salários para os trabalhadores.

drluiz disse...

A QUESTÃO DO REAJUSTE DO SALÁRIO MÍNIMO E O SEU IIMPACTO SOBRE A ECONOMIA SÃO ASSUNTOS QUE DEVEM SER ESTUDADOS COM A MAIOR ISENÇÃO E SEM DEMAGOGIA, POIS NO FINAL DE TUDO É O POVO QUE ACABA PAGANDO A CONTA.
A MEU VER O QUE FUNCIONARIA DE FATO ERA O GOVERNO REDUZIR OS ENCARGOS PAGOS PELO EMPREGADOR SOBRE OS SALÁRIOS, DO CONTRÁRIO TEREMOS UMA DRÁSTICA REDUÇÃO DA OFERTA DE EMPREGO FORMAL NO PAÍS.

@DRLUIZAUGUSTO_

Cenas do Cotidiano Ricardo Martins disse...

Na real o salário mínimo vai impactar na falta de gestão do Governo federal, como um todo e no INSS que na real não tem problemas de viabilidade e sim tem problemas demasiadas por conseqüência de roubos, fraudes, desvios, enfim, nisso se inclui as aposentadorias dos ex-governadores, mas devem ser incluídas aí todas as aposentadorias de ex qq coisa, Senador, deputado federal, enfim. O grande problema do Brasil é a falta de Gestão competente, interessada ética.

Postar um comentário